Emerson ajuda LUKOIL a explorar nova oportunidade em um dos

mais inóspitos ambientes

do mundo

A bacia de Timan-Pechora, no noroeste ártico da Rússia, oferece vastos recursos de óleo e gás, bem como desafios aos que procuram explorá-lo. As condições climáticas nessa região são mais indicadas para a vida selvagem, como os ursos polares e os lobos, não para pessoas. A temperatura pode ir abaixo de 44 graus Celsius negativos, o gelo marinho se forma com mais de 170 cm e as ondas do Mar de Barents chegam a quase cinco metros de altura em uma tempestade.

O LUKOIL Group, uma das maiores empresas de óleo e gás da Rússia, queria aumentar as exportações de Timan-Pechora para a Europa Ocidental e a América do Norte, expandindo suas instalações de Varandey – o terminal de petróleo mais setentrional do mundo. A empresa sabia que a automação era fundamental para possibilitar operações consistentes e seguras o ano todo em um ambiente inóspito onde nunca foi tentado. Ela recorreu à Emerson para obter soluções de automação resistentes e confiáveis para o terminal de Varandey, que hoje movimenta 12 milhões de toneladas métricas de óleo cru comercial, anualmente.

Sistemas automatizados
Sistemas automatizados

A bacia de Timan-Pechora localizada no noroeste ártico da Rússia: lar do terminal de óleo Varandey – o terminal de óleo de operação contínua mais ao norte do mundo.

  • Temperaturas chegando a -44°C
  • Gelo marinho com espessura de mais de 170 cm
  • Ondas de até 5 m de altura nas proximidades do Mar de Barents

Devido a essas condições extremas, a LUKOIL queria automatizar as instalações de Varandey e escolheu a arquitetura PlantWeb™ da Emerson para atingir esses objetivos.

Proteção preventiva

O sistema Emerson conta com tecnologia de diagnóstico e detecção que pode ajudar a detectar possíveis áreas de falha antes que ela ocorra.

A unidade expandida

A unidade de Varandey da LUKOIL tem capacidade para 325.000 metros cúbicos, conta com 25 quilômetros de tubulação subaquática e um terminal fixo em alto mar, resistente a gelo.

Maior segurança

Além disso, as tecnologias Emerson possibilitam que a LUKOIL gerencie mais suas operações em terra firme, ajudando a reduzir as preocupações com segurança para os funcionários da unidade de alto mar.

Cobertura completa

Agora, mais de 6.000 sinais de mais de 700 instrumentos de medição monitoram temperatura, pressão, vazão, vibração e outras variáveis nas instalações do terminal, em terra firme e em alto mar, bem como nas tubulações subaquáticas.

A Emerson ajuda a LUKOIL a explorar nova oportunidade em um dos ambientes mais severos do mundo

A bacia de Timan-Pechora no noroeste ártico da Rússia oferece vastos recursos de óleo e gás, além de desafios para aqueles buscando explorá-los. As condições climáticas nesta região são mais adequadas para a vida selvagem, como ursos polares e lobos, do que para pessoas. A temperatura pode cair para até menos 44 graus Celsius (menos 47 graus Fahrenheit), o gelo oceânico atinge mais de 170 cm (5 pés) e as ondas no próximo mar de Barents atingirão 5 metros (cerca de 16 pés) durante uma tempestade.

O Grupo LUKOIL, uma das maiores empresas de óleo e gás da Rússia, queria aumentar as exportações a partir de Timan-Pechora para o oeste da Europa e para a América do Norte. Para isso, a empresa ampliou sua instalação de Varandey – o terminal de óleo mais ao norte do mundo – para uma capacidade de 325.000 metros cúbicos e adicionou duas tubulações subaquáticas com 25 quilômetros, além de um terminal offshore fixo resistente ao gelo para descarga de óleo a partir de seu campo de tanques baseado na costa em navios tanque reforçados para o transporte para o exterior.

Isso nunca foi feito antes. Quando a LUKOIL decidiu ampliar seu terminal de óleo de Varandey, ela sabia que a automação era um elemento principal para permitir operações consistentes e seguras ao longo do ano em um ambiente severo onde isso nunca havia sido tentado antes. A empresa voltou-se para a Emerson para obter soluções de automação resistentes e confiáveis para o terminal de Varandey, o qual hoje movimenta 12 milhões de toneladas métricas de óleo cru comercial anualmente.

  • A automação da instalação é obtida através da arquitetura PlantWeb™ da Emerson, incluindo o sistema de automação digital DeltaV™A solução da Emerson permite o controle das operações do terminal a cada estágio, da recepção do óleo na fazenda de tanques onshore, até o bombeamento através das tubulações subaquáticas para o terminal offshore.
  •  

  • A Emerson projetou e implantou os sistemas de controle, o software e a instrumentação de monitoramento de vibração para o projeto. Ao todo, a solução combina mais de 6.000 sinais de mais de 700 instrumentos de medição monitorando temperatura, pressão, fluxo, vibração e outras variáveis nas instalações do terminal, tanto onshore como offshore, além das tubulações subaquáticas. O sistema permite até o controle sobre subsistemas adicionais desenvolvidos por terceiros.
  • O sistema da Emerson inclui tecnologia de diagnóstico e detecção que pode auxiliar a detectar potenciais áreas de falha antes que estas ocorram. Esta tecnologia ajuda a garantir a operação contínua e suporta o compromisso da LUKOIL com a segurança ambiental.Além disso, as tecnologias da Emerson permitem que a LUKOIL gerencie mais de suas operações onshore, ajudando a reduzir preocupações com a segurança de empregados na instalação offshore.As soluções de automação da Emerson para a indústria de óleo e gás estão tendo um papel principal no auxílio à LUKOIL para manter operações contínuas, seguras e eficientes ao longo do ano já que as condições climáticas desafiadoras das instalações do terminal de Varandey são fatos da vida.

    Visite: Emerson Process Management
    Imprimir PDF
    Show Video